• Marina Amore

5 coisas importantes e funcionais para pensar na hora de montar o quarto do bebê

Atualizado: Jan 10


Se você está montando o quarto do seu primeiro filho sem nenhuma ajuda profissional (de uma arquiteta, por exemplo), pode deixar passar alguns itens importantes que poderão incomodar ou ser um problema em um futuro próximo. Senti isso quando comecei a usar o quarto do Miguel e pensei nessas coisas quando montei o quarto do Tomás. Achei legal compartilhar com vocês os 5 principais itens funcionais que não pensei pois, não tinha filhos J

(1) Beleza x vida real Já falei um pouco no insta sobre essa questão que foi a que, inclusive, me motivou a pesquisar e curtir bastante esse mundo de quarto de bebês e crianças que é a beleza versus vida real. Os quartos-modelo de bebês aqui no Brasil são aqueles pensados para príncipes e princesas: coroas, cores pasteis, tudo combinando, muita almofada, muito tecido nobre, muito rococó, muito muito muito. Amém-Senhor essa tendência está mudando e eles estão ficando mais cool. Acho importante pensar em como vai ser o dia-a-dia que as mães de primeira viagem desconhecem (coitadas, elas não tem culpa!). O dia-a-dia tem muita pomada de bumbum, muito algodão, fralda suja, rinossoro, purificador de ar, pomada pra alergia da pele, hidratante, luftal, colic calm, coli kids, lencinho umedecido, xixi voador... enfim, nada disso combina com um ambiente de apartamento decorado, de quarto da realeza. Então, não deixe de pensar que você vai ter que conviver com esses itens nada glamurosos no quarto do seu bebê, porque eles vão precisar ficar à mão. E acreditem em mim, na hora do aperto, vc vai preferir o rinossoro à qualquer outro item da decoração. Então, tente pensar nesse ambiente convivendo com esses outros itens pra não se decepcionar depois e achar que está tudo uma bagunça.

Exemplo de integração da decor e dos ítens de vida real. Coisa mais linda! (Foto: Na Toca Design)

(Foto: Na Toca Design)

Vida real se encaixando lindamente na decor (Foto: Pinterest)

(2) Berço colado na cômoda Gente, o bebê cresce muito rápido (embora os primeiros 5 meses pareçam uma eternidade-o-que-eu-fui-fazer-da-minha-vida)! Logo logo ele vai ficar em pé.. e vai querer explorar o que estiver ao alcance dos seus bracinhos. Entenderam onde quero chegar? Ele vai pegar o que conseguir ali na cômoda e você vai ter que tirar tudo sempre que o colocar no berço. Fora que o próximo passo pode ser escalar o berço e a cômoda pode servir de trampolim. Acho perigoso, por isso evitei ao máximo ter um muito perto do outro. No quarto do Tomás, por exemplo, a melhor configuração dos móveis deixava um ao lado do outro mas, preferi afastar o máximo possível um do outro.

Distância da cômoda e berço do Tomás (Foto: Carla D'Aqui)

(3) Bebês crescem rápido Reforçando o que disse acima, eles crescem muito rápido! E o seu bebezinho fofinho que parece um bonequinho pq quase nem se mexe, vai virar um bebê que gosta de galinha pintadinha e que só para pra trocar a fralda se vc der a galinha de pelúcia pra ele brincar (logo ela tem que ficar ali à mão). Depois, ele vai virar um bebê-menino que ama Toy Story e quer que o Woody e o Buzz fiquem ali na prateleira do quarto dele. Depois ele vai virar um menino que quer dormir com o cobertor do Relâmpago Mcqueen que ele ganhou da vovó. E aí? Onde colocar aquelas pelúcias fofas cores pasteis? E os quadrinhos de ursinho? E o papel de parede com coroas? Pensem nisso! Acho muito bom fazer um quarto que consiga se adaptar facilmente às varias fases que a criança vai passar em 2, 3 anos. Se você é bem animada e tem tempo e dinheiro, sem problemas. Só não deixe de pensar nisso.

Base neutra - fácil de mudar conforme o bebê vai crescendo (Foto: Pinterest)

Base neutra - de coroas à cobertor do McQueen hahah (Foto: Pinterest)

(4) Babá eletrônica

A maioria dos pais hoje opta por ter uma babá eletrônica com câmera. dessa forma, você vai precisar instalar a câmera no quarto do bebê. Enquanto ele é pequeno, até dá mais segurança para os pais colocar a babá bem próxima, pra ver bem o rostinho (#aloka). Mas logo ela precisa ficar em um lugar alto pra que você possa ver o berço todo. Obviamente esse lugar é próximo ao berço e a questão aqui é que você não pode colocar um preguinho na parede ou colocar a câmera na prateleira acima do berço e deixar o fio da tomada esticado (sim, a câmera fica ligada o tempo todo em uma tomada!). Por que? Porque o bebê vai amar puxar esse fio e aí, já era! Dessa forma, pense antes em onde vai colocar a câmera e se o fio for passar perto do berço use uma dessas alternativas (1) rasgue toda parede, passe o fio, cubra de novo, lixe e pinte (de preferência antes do bebe nascer, porque, né?!); (2) Arranje uma solução para desviar o fio do berço (aqui em casa o fio sobe ao lado da janela, passa por cima dela e só aí chega na câmera (#gambi); (3) cubra o fio com uma canaleta.

Canaleta para tapar o fio da babá. Fica visualmente bom e seguro para o bebê (Foto: Instagram, IG: No Mundo da Juju)

(5) Decoração x praticidade na limpeza Hoje eu penso muito nisso! No quarto do meu filho mais velho eu coloquei uma prateleira alta, de uma parede à outra que, de verdade, não serve pra mais nada alem de juntar pó. Tá, é bonito, é legal, mas é muito alta, nunca pegamos nada nela e ainda é difícil pra limpar. O bebê vai demandar muita atenção e por mais que você tenha ajuda pra cuidar dele e fazer a limpeza, pense no uso x beleza x limpeza dos itens do quarto. Carpetes, tapetes e pelúcias também costumam dar um certo trabalho.

Prateleira alta: praticidade zero (Foto: Pinterest)

Bom, esses itens são baseados na minha experiência, na minha percepção. Espero ter ajudado e quem tiver mais itens pra acrescentar, sou toda ouvidos!


0 visualização