• Marina Amore

Quarto Montessoriano


Nem só de quartinhos bonitos vive esse blog! haha mas é verdade. O principal objetivo do blog é ter todos os assuntos relacionados aos quartos de bebês e crianças reunidos em um só lugar. Um dos assuntos que eu desconhecia até começar a pesquisar mais sobre um quarto do Miguel era esse de ter uma metodologia, como a Montessoriana, aplicada à um ambiente como o quarto da criança (muito desconectada? haha).

Aliás, vamos começar pelo começo:

O que é o método Montessori?

Criado pela médica e educadora Maria Montessori, a metodologia é um modelo educacional caracterizado por uma ênfase na independência, liberdade com limites e respeito pelo desenvolvimento natural das habilidades físicas, sociais e psicológias da criança.

O ponto mais importante do método é, não tanto seu material ou sua prática, mas a possibilidade criada pela utilização dele de se libertar a verdadeira natureza do indivíduo, para que esta possa ser observada, compreendida, e para que a educação se desenvolva com base na evolução da criança.

Segundo a criadora, o desenvolvimento se dá em “períodos sensíveis”, de forma que em cada época da vida predominam certas características e sensibilidades específicas. Montessori traçou perfis gerais de comportamento e de possibilidades de aprendizado por faixa etária, sem deixar de considerar o que há de individual em cada criança.

Os pilares do método são: a auto-educação, a educação cósmica e a educação como ciência. Achei um vídeo interessante que explica direitinho esses pilares. (É meio longo - 15 min - e pode parecer meio boring, mas para quem quer se aprofundar um pouco e entender um pouco mais, vale a pena).

O método todo se desenvolve em cima desses 3 pilares que eu acho que são os principais para entender a montagem toda do quarto.

O quarto Montessoriano

Com essa primeira explicação dos 3 pilares, fica fácil entender o clima a ser criado no quarto: decoração minimalista, aconchegante, com poucos brinquedos e com tudo ao alcance da criança.

Alguns ítens essenciais para criar esse quarto:

  • Ao invés de berço, colchão no chão ou cama bem baixinha;

  • Espelho em uma altura que a criança possa se ver;

  • Espaço para leitura, onde ficam os livros;

  • Estante baixa com os brinquedos à disposição da criança;

  • Quadros e posters em uma altura que a criança possa apreciá-los.

Pausa dramática: o que é esse quarto da última foto? Quero pra mim. Agora! haha Muito gostoso, né?

Acabei descobrindo que sem querer fiz algumas dessas coisas por aqui e digo, Miguel adora! Sempre achei que as coisas do quarto dele deveriam estar em uma altura que ele pudesse ver, pegar, afinal, o quarto é dele! Dessa forma, coloquei uma estante mais baixinha e o poster mais lindo na altura dele (era para ter pendurado, mas ele gostou quando eu coloquei no chão, ficava olhando e aí, fui deixando).

O que ele adora:

  • pega os brinquedos da estante, brinca, leva pra lá e para cá;

  • organiza do jeito dele, mas depois sabe colocar onde estava e parece gostar disso, de saber onde estava, sabe?

  • olhava muito o poster no começo (agora acho que já virou meio paisagem!).

Segurança

Justamente porque a liberdade é um dos ítens mais valorizados no método, quem for adotá-lo deve se preocupar bastante com a segurança. No caso da foto acima, posso dizer que:

  • A estante não é segura para bebês que estão aprendendo a levantar, porque ela não é presa;

  • Coloquei um antiderrapante em baixo do tapete, para não ter perigo dele escorregar;;

  • Enquadrei o poster com acrílico ao invés de vidro.

Bom, depois de mergulhar um pouco no método estou louca para mudar algumas coisas no quarto dele, a começar pelo berço. Porém, como até hoje é assim que ele está acostumado, vou pensar em como fazer para que seja uma transição tranquila para ele. Ao mesmo tempo também vou me aprofundar mais nesse e em outros métodos. Quem sabe não aproveito o que mais acredito em cada um deles e crie, dessa forma, um ambiente que eu imagino/quero para ele? :)

Vou pesquisar mais e conto para vocês depois!

#montessoriano #pedagogia

82 visualizações